Your browser does not support JavaScript!

Blog

Você sabe o que é Canelite?

Pra quem já corre, esse termo pode não ser novidade, mas pra quem pretende iniciar na corrida vale a pena se informar!

Você já sentiu queimação ou mesmo uma “fincada” na face anterior da perna quando corria? Uma dor que na hora foi incapacitante ou no dia seguinte ficou dolorida, pois é isto pode ser Canelite!

 

Afonso corrida

Foto: Afonso Haizer – Licença: CC-BY

 

O nome que se dá a essa lesão difere um pouco entre os pesquisadores da área, alguns chamam de Shin Splint, outros de Periostite, porém o nome que se popularizou entre os corredores e até mesmo entre alguns profissionais da saúde foi Canelite, isto decorrente da fácil localização da dor.

Os sintomas estão sempre associados a prática do esporte, uma dor ou queimação que aparece quando se inicia a corrida, que pode ou não persistir durante todo exercício. O mecanismo de lesão é bem simples! Quando se aumenta muito a demanda da musculatura da perna sem prévio fortalecimento, ocasiona uma resposta destas musculatura que acaba tracionando o periósteo, que é uma membrana que recobre o osso da perna, causando uma inflamação no local, gerando dor e incapacitação ao atleta.

A ciência ainda não sabe precisamente apontar porque isso ocorre, porém já consegue apontar algumas musculaturas envolvidas.

Esta lesão apresenta uma característica multifatorial, ou seja, geralmente um ou mais fatores estão envolvidos no aparecimento da lesão. Essa lesão tem sinais semelhantes a uma fratura por stress ou uma síndrome compartimental, que são lesões com risco de complicações mais sérias, por isso mesmo se sentirem os sintomas é importante procurar seu fisioterapeuta para uma avaliação.

Por: Matheus Mardenn, sócio-proprietário da clínica Fibra Treinamento e Performance.

https://www.facebook.com/fibrabh

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInEmail this to someonePin on PinterestShare on Reddit

Comente

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong> 

Obrigatório