Your browser does not support JavaScript!

Blog

Três dicas para quem tem dor no pescoço

Fica difícil trabalhar, há incomodo nas atividades físicas e dormir se torna um verdadeiro desafio

Esther Max -- CC-BY

Esther Max — CC-BY

Por Raquel Castanharo, Jundiaí, São Paulo
27/01/2018 08h10 Atualizado 27/01/2018 08h10

Dor no pescoço prejudica muito o dia a dia. Fica difícil trabalhar, há incomodo nas atividades físicas e dormir se torna um desafio. Uma contração muscular exagerada dos músculos da região é um dos sintomas mais frequentes. Para lidar com ele, veja algumas dicas simples podem te ajudar:

Invista em exercícios para os músculos da escápula

Não é o raciocínio mais óbvio, mas trabalhar os músculos das costas, próximos à escapula, ajuda bastante as dores na cervical. A escápula é um osso localizado na altura da coluna torácica, que faz parte do complexo do ombro. Quando há algum problema de estabilização desse osso e do ombro, os músculos do pescoço ficam sobrecarregados, como uma forma de compensação. Por isso, exercícios para as costas, como a remada, são efetivos para tratar o problema.

Cuidado com massagens muito fortes

Quando falamos em dor no pescoço, a primeira vontade é receber uma boa e relaxante massagem. Ela de fato ajuda na dor, mas se for feita de maneira muito forte o efeito pode ser o contrário. Ao invés de relaxar os músculos e diminuir o desconforto, a massagem intensa pode levar a um espasmo muscular ainda maior, devido à um mecanismo de proteção do corpo.

Bolsa de água quente é uma boa ideia

Como o intuito é relaxar a musculatura, o calor é a ferramenta mais indicada, não o gelo. Uma bolsa de água quente no fim do dia pode ajudar a melhora a noite de sono.

*As informações e opiniões emitidas neste texto são de inteira responsabilidade do autor, não correspondendo, necessariamente, ao ponto de vista do Globoesporte.com / EuAtleta.com.

Fisioterapeuta formada e mestra em biomecânica da corrida na USP. Realizou pesquisa em biomecânica da coluna na Universidade de Waterloo, Canadá. Trabalha com fisioterapia e avaliação biomecânica em São Paulo e Jundiaí. www.raquelcastanharo.com.br

Fonte: https://globoesporte.globo.com/eu-atleta/saude/noticia/tres-dicas-para-quem-tem-dor-no-pescoco.ghtml

Comente

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong> 

Obrigatório

 
  • Publicidade