Your browser does not support JavaScript!

Blog

Drauzio Varella: “Ninguém acorda feliz para treinar”; veja como ser ativo…

Daniela Bernardi
Colaboração para o VivaBem
14/09/2018 04h00

Desde os tempos da caverna, o homem sempre fez o máximo possível para economizar energia. É de nossa natureza ficar parado, por isso que os números do sedentarismo são tão alarmantes e 1,4 bilhão de pessoas no mundo realizam menos atividade física do que deveriam, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS).

Gretchen Reynolds -- The New York Times

Gretchen Reynolds — The New York Times

“No passado, a gente só se mexia na hora de encontrar comida, se reproduzir ou de fugir de um predador”, falou o médico Drauzio Varella, durante um evento organizado pela empresa Gympass, em São Paulo. Só que antigamente era preciso gastar uma energia danada para fazer essas coisas, e hoje é possível conseguir tudo isso se movendo muito pouco. Resultado: engordamos e ficamos doentes.

“Estamos parados a maior parte do tempo. E me diz: o que acontece com seu carro quando você o deixa na garagem por um mês? Falha! O mesmo se passa com nosso corpo”, diz Drauzio, que explica que atualmente a falta de atividade física mata tanto quanto o cigarro décadas atrás.

Mas o médico sabe que começar a praticar exercícios para ter saúde e manter o peso controlado não é tarefa fácil. A seguir, ele indica cinco táticas que vão ajudar você a ser uma pessoa mais ativa.

1. Saia da cama sem pensar

Se você conhece alguém que diz que acorda feliz da vida para treinar bem cedinho, saiba que é mentira. Nosso corpo não foi programado para isso. A dica é deixar a roupa de ginástica ao lado da cama e se levantar assim que o despertador tocar –sem pensar. Caso contrário, você vai se enganar dizendo que depois recompensa a sessão de suor perdida.”

2. Organize sua agenda

“Acho que a parte da manhã é a mais fácil para se exercitar, já que depois outros compromissos podem roubar seu tempo. Veja a atividade física como uma prioridade e lembre-se: o sedentarismo acaba com sua saúde, o que no futuro pode impedir você de trabalhar ou curtir os momentos com a família. Não é possível dizer que a agenda está lotada quando você assume um compromisso consigo mesmo, certo?”

3. Tenha metas de curto prazo

“O ser humano não é um bom planejador do futuro. Antigamente, não sabíamos nem se estaríamos vivos no dia seguinte. Por isso, você precisa de objetivos rápidos para se sentir motivado, como uma prova de corrida ou um número na balança nas próximas semanas. Assim, sua cabeça consegue ver o treino como algo imprescindível também para o agora –e não somente para a velhice, que é muito distante.”

4. Crie um grupo para treinar

“Aproveite a companhia da sua família ou dos seus amigos para se exercitar. Desse modo, o compromisso não será apenas com você, mas também com eles. Ainda vale agitar com o pessoal do trabalho um grupo para ir à academia [dá até para criar um desafio entre as equipes].”

5. Seja persistente

“O começo pode parecer difícil, mas depois o corpo se acostuma. Para mim, o primeiro quilômetro sempre é o mais sofrido. Com o passar do tempo, quando o exercício se torna um hábito, você vai até achar estranho os dias em que não se mexe e, com isso, o sedentarismo deixa de ser uma opção.”

Fonte: https://vivabem.uol.com.br/noticias/redacao/2018/09/14/drauzio-varella-ninguem-acorda-feliz-para-treinar-veja-como-ser-ativo.htm

Comente

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong> 

Obrigatório

 
  • Publicidade