Your browser does not support JavaScript!

Blog

7 dúvidas sobre corrida na esteira

A corrida na esteira é uma estratégia usada por muitos corredores. Mas também é motivo de diversas perguntas. Respondemos as mais frequentes

Algumas pessoas têm na esteira uma grande aliada nos treinos de corrida. E se você está começando ou já tem experiência no esporte, é certo  que dúvidas frequentes relacionadas à corrida na esteira sempre aparecem em sua cabeça.

  IMG_8043net

Pensando nisso, elencamos as sete questões mais frequentes entre os corredores, para que você não fique mais com a pulga atrás da orelha quando o assunto é corrida na esteira.

1. Esteira ou rua?
Qual é a diferença entre correr na rua e na esteira? A resposta é simples: várias. Existem aqueles que defendam a corrida feita exclusivamente na rua, enquanto outros crucificam essa escolha. Mas existem benefícios e custos para as duas situações em questão.

A corrida na esteira pode ser muito bem prescrita algumas vezes na semana para todos os tipos de praticantes. Porém, para aqueles que almejam maior rendimento e variação de treinamento, recomenda-se intercalar com treinos na rua. O ideal é equilibrar os dois tipos de treinos, uma vez que as corridas ao ar livre trazem a percepção de uma corrida de rua, enquanto que, em um dia mais corrido, a esteira pode ser uma boa solução para não deixar de treinar.

2. Quão precisa é a contagem de calorias nas esteiras?
Se você digitar o seu peso antes de iniciar a corrida na esteira, a contagem de calorias queimadas é, realmente, uma estimativa grosseira e nada precisa. Máquinas como essas usam fórmulas padrão para descobrir a quantidade de calorias gastas durante os exercícios. Esse cálculo não leva em conta fatores importantes como a porcentagem de gordura corporal e o seu nível de condicionamento físico.

3. Correr na esteira é mais fácil do que correr na rua?
Correr na esteira faz com que você se sinta mais bem treinado fisicamente porque a lona está rolando debaixo dos seus pés e não há nenhuma resistência do vento, além do aparelho contar com amortecimento, o que diminui o impacto das passadas. A corrida de rua exige mais do seu corpo, já que você precisa impulsionar o seu corpo para frente. Como resultado, muitos corredores sentem dores na panturrilha e nas canelas quando correm na rua e, depois, passam a se dedicar exclusivamente à esteira.
Em contrapartida, mentalmente você pode achar mais complicado lidar com a monotonia da esteira. Por isso, alguns corredores acham mais fácil correr nas ruas.

4. Qual inclinação devo usar na esteira?
Você pode ajustar a inclinação para 1% se quiser simular as condições de corrida ao ar livre. Se você está acostumado a correr sem inclinação, rodando com apenas 1% de diferença você já sentirá que a atividade é mais difícil, o que facilita a sua transição para a corrida de rua. Claro, se você é iniciante pode começar com inclinação de 0% e mudá-la gradualmente. Você pode usar esse 1% em corridas de ritmo fácil e, depois, alterar a inclinação, adicionando um pouco de variedade para as suas corridas.

5. Eu preciso usar tênis diferentes na esteira?
A maioria dos corredores usa os mesmos tênis de corrida tanto na rua quanto na esteira. Isso está correto. Você ainda é o mesmo tipo de corredor, independentemente da superfície. Se você tem pisada pronada, por exemplo, ainda vai precisar de pisantes de controle de movimento em qualquer tipo de corrida.

6. Como eu posso acabar com o tédio na esteira?
Essa é uma das perguntas mais frequentes quando o assunto é corrida na esteira. O que funciona para acabar com o tédio para um corredor pode não funcionar para outro, mas é bom ter um arsenal de armas para combater a monotonia. Alguns corredores acham que ouvir música ou assistir televisão ajuda a passar o tempo mais rápido. Na reportagem Acabe com o tédio na esteira indicamos algumas ideias infalíveis.

7. Posso treinar para uma prova usando a esteira?
O equipamento ajuda, sim, na preparação para provas. Isso porque ele é uma excelente ferramenta em dias chuvosos e frios. Também faz com que você evite a poluição e o trânsito do dia a dia. E em um dia mais corrido, a esteira pode ser uma boa solução para você não deixar de treinar. Mais: dá para usar o treino na esteira para aliviar o impacto que é feito sobre os ossos, tendões e músculos no asfalto.
Em um plano de treinamento, ela deve ser inserida no período de preparação geral, como um exercício auxiliar em uma distância de até 10 km. Isso por que, ao manter o mesmo piso ou relevo, e por ser um esforço quase sempre no mesmo padrão biomecânico, pode ocorrer alguma lesão por esforço repetitivo.
Como você consegue controlar inclinação, a frequência cardíaca, o tempo, a velocidade e a hidratação de forma muito mais fácil, a esteira também pode ser usada para treinos intervalados ou contínuos para forçar o organismo a se adaptar a um ritmo de corrida.

Fontes: https://o2porminuto.ativo.com/corrida-de-rua/treinamento/7-duvidas-frequentes-sobre-corrida-na-esteira/

Adriana Genioli, diretora técnica da AG Assessoria Esportiva, em Fortaleza (CE), e Cacá Ferreira, gerente técnico corporativo da Cia Athletica, Rodrigo Lobo, diretor técnico da Lobo Assessoria Esportiva, de São Bernardo do Campo – São Paulo)

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInEmail this to someonePin on PinterestShare on Reddit

Comente

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong> 

Obrigatório